Este site está em mudança. Até o site novo estar pronto, visite-nos em activemedia.pt/journal e acompanhe a evolução dos trabalhos. Até já

Content Creation

Seja qual for o ecrã que temos na nossa mão ou à nossa frente, aquilo que estamos a consumir é conteúdo. Seja na forma de conteúdo escrito, em fotografia, em informação gráfica, num vídeo ou numa animação… é o conteúdo que dá relevância e atractividade aos meios e é com ele que se montam novas estratégias de comunicação.

Abordagem Transmedia

Seguindo os principios da abordagem transmedia, pensamos nos conteúdos como tendo uma audiência num determinado contexto, pensados para serem uma experiência e fazendo parte da experiência, que possam envolver a audiência e levá-la a participar.

Dentro destes conceitos temos desenvolvido muitos conteúdos para dinâmicas de jogo, usadas em comunicação interna, na formação de colaboradores, na sensibilização de públicos e nas mudanças de comportamento e atitude, sabendo que o conteúdo pode viver em qualquer meio e sem descurar nenhum meio disponível, seja analógico ou digital.

O que é que faz com que um conteúdo seja partilhado nas redes sociais? A sua relevância e qualidade. O que é que é indexado nos motores de pesquisa? Conteúdo.

Pesquisa, conceito e escrita

Por detrás de cada conteúdo há um processo criativo que passa pela pesquisa e compreensão das matérias e posterior entrega do conceito, sinopse e guião de conteúdos.

Adaptação e recriação de conteúdos

Muitas vezes não nos damos conta da quantidade de conteúdo dado como “morto” que pode voltar a viver noutro meio. E esta vida significa na maior parte das  vezes uma segunda forma de comunicação com o nosso público e novos pontos de atração para o nosso canal ou para o nosso site. Um folheto ou um anuncio de imprensa podem ser transformados numa animação? O vídeo institucional pode ser revisto e re-editado para comportar novas imagens e depoimentos? Podem, claro.

Bio-Conteúdo: uma possibilidade ou uma tabordagem?

Uma coisa e outra começam a confudir-se. Por um lado, a ideia de bio-conteúdo é uma abordagem. Pensamos nas estratégias de conteúdos como se isso já fosse possivel, mesmo sabendo que tudo terá que ser feito ainda sem o factor “bio”. Mas por outro lado, achamos que é mesmo uma possibilidade não muito distante. Mas o que é bio-conteúdo afinal?